Select Page

Termo por que é conhecido o processo de criação de uma personagem sobrefictícia que assume o papel de autor de uma história emprestada de outra história prévia conhecida. O caso mais comum é o da figura de Mary Sue, espécie de nome de código da fanfiction, que é uma auto-inserção da responsabilidade de quem se assume como escritor de obras sobrepostas ou recriadas a partir, em regra, de uma obra best seller.