Select Page

Termo inglês proposto pelo linguista John Gumperz —literalmente "conversa cruzada"— para a situação de incomunicação entre dois falantes que não partilham as mesmas convenções sociais, por exemplo, um cidadão africano que procura um emprego em Portugal não reconhece a burocracia e/ou o protocolo necessários para responder às exigências da entidade empregadora durante uma entrevista, pode ser apanhado em crosstalk. O equívoco proporcionado por tais situações pode também advir do desconhecimento perfeito do código linguístico utilizado por dois falantes.

{bibliografia}

John Gumperz: Discourse Strategies (1982a); id.: Language and Social Identity (1982b).