Select Page

Artifício métrico-retórico típico da lírica galego-portuguesa que consiste na recorrência de uma palavra em posição simétrica em duas ou mais estrofes de uma cantiga. O artifício está devidamente codificado na Arte de Trovar do Cancioneiro da Biblioteca Nacional (título iv, cap.V) e exige uma repetição simétrica rigorosa da palavra em dobre, independentemente de essa palavra poder variar de estrofe para estrofe. A palavra em dobre ocorre muitas vezes na posição de rima.

{bibliografia}

Celso F. da Cunha: "O dobre e o seu emprego nas cantigas de Paay Gómez Charinho", Revista Brasileira de Filologia, 1 (1955).