BUTCH/FEMME

Expressão de origem francesa (“butch, alcunha de alguém do sexo feminino que tem maneirismos masculinos; femme, mulher) que serve para descrever um casal lésbico, correspondendo o primeiro termo ao papel do homem e o segundo ao da mulher, como numa relação heterossexual. Uma personagem butch pode assumir o comportamento, a forma de vestir, de falar ou de andar, por exemplo, de um homem; a personagem femme costuma exagerar a sua feminilidade, para ser distinguida da lésbica vulgar. Este tipo de figuração é tratado em particular num romance de Radclyffe Hall, The Well of Loneliness (1928), que se tornou um clássico como ponto de partida de discussão nas mais recentes teorias sobre lesbianismo, já que o par butch/femme serviu para tachar as lésbicas e pela sugestão de manter, mesmo na relação homossexual feminina, uma correspondência patriarcal entre os parceiros.
{bibliografia}
Ann Snitow, Christine Stansell e Sharon Thompson (eds.): The Politics of Sexuality (1983); Martin Bauml Duberman, Martha Vicinus e George Chauncey (eds.): Hidden from History: Reclaiming the Gay and Lesbian Past (1989); Sue Ellen case: “Towards a Butch-Femme Aesthetic”, Discourse, 11, 1 (1989).

BUTCH/FEMME

Expressão de origem francesa (“butch, alcunha de alguém do sexo feminino que tem maneirismos masculinos; femme, mulher) que serve para descrever um casal lésbico, correspondendo o primeiro termo ao papel do homem e o segundo ao da mulher, como numa relação heterossexual. Uma personagem butch pode assumir o comportamento, a forma de vestir, de falar ou de andar, por exemplo, de um homem; a personagem femme costuma exagerar a sua feminilidade, para ser distinguida da lésbica vulgar. Este tipo de figuração é tratado em particular num romance de Radclyffe Hall, The Well of Loneliness (1928), que se tornou um clássico como ponto de partida de discussão nas mais recentes teorias sobre lesbianismo, já que o par butch/femme serviu para tachar as lésbicas e pela sugestão de manter, mesmo na relação homossexual feminina, uma correspondência patriarcal entre os parceiros.
{bibliografia}
Ann Snitow, Christine Stansell e Sharon Thompson (eds.): The Politics of Sexuality (1983); Martin Bauml Duberman, Martha Vicinus e George Chauncey (eds.): Hidden from History: Reclaiming the Gay and Lesbian Past (1989); Sue Ellen case: “Towards a Butch-Femme Aesthetic”, Discourse, 11, 1 (1989).

2009-12-24 14:14:49
2009-12-24 14:14:49

Send Message to listing owner

BUTCH/FEMME


Deixe um comentário