Select Page

Expressão latina que significa literalmente: “condição sem a qual” e que se aplica no sentido de “condição necessária” para alguma coisa se poder realizar ou sem a qual alguma coisa não pode ser. A expressão tem um largo uso enfático como sinónima de qualquer condição que queremos marcar como fundamental para que uma dada circunstância se verifique. Por exemplo, um formalista afirmará que a análise da forma é uma conditio sine qua non para que a obra de arte literária seja compreendida; um teólogo afirmará que ter fé é uma conditio sine qua non para se receber a graça de Deus (que é visto como causa causans, “causa primeira”, ao passo que a sua obra ou criação é vista como causa causata, “causa que deve a sua existência a uma causa causans”); um intencionalista, afirmará que a determinação da intenção de um autor é a conditio sine qua non para apreender o sentido de um texto.