Select Page

O Kunstlied ou canção artística é um género artístico subjacente e particular de um determinado compositor. Esta designação pela qual é conhecida apareceu devido ao facto dos seus autores serem escritores ou artistas, como Novalis, Brentano, Schubert, Schumann, entre outros.

Integrando-se no Volkslied (canção popular), o Kunstlied é uma forma de alcançar a primeira. O Volkslied apareceu como forma do povo expressar as suas emoções e inquietações através da poesia. Sendo geralmente uma forma popular, tal como o nome indica, os seus autores na maioria eram anónimos e de proveniência popular, mas a sua composição é adoptada e divulgada na sociedade em que se inseria. Na maioria dos casos, essa divulgação era feita de boca em boca, sendo por vezes feitas algumas adulterações para que este se torne mais simples e mais acessível ao público receptor.

A canção popular é uma cantiga e não um texto literário que aparece além de aliada a uma determinada melodia, também aliada a uma dança ou mesmo uma representação dramática. Destinada a um público mais erudito, a sua linguagem é caracterizada por uma simplicidade e economia de meios, sendo directa e despretensiosa e contando na maioria das vezes uma história já conhecida dos seus auditores. È também caracterizada por uma imagética bastante fácil de alcançar, por adjectivação numerosa, pelo predomínio de simbologia, de expressões e situações hiperbólicas.

Tendo como base a Volkslied, a Kunstlied é um género um pouco mais cuidado a nível da linguagem, sendo também a forma musical e a estrutura diferente do Volkslied, pois dá-se muita importância ao estilo. Como exemplos de Kunstlied temos Der Mond ist aufgegangen, de M. Claudius, Ich weiss nicht, was soll es bedeuten, de H. Heine.